Recorrer de multa de trânsito em Joinville: tudo que você precisa saber

WhatsApp Image 2021-06-17 at 14.00.25
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Se você recebeu uma multa de trânsito e não concorda com ela, é seu direito recorrer de multa. Situações como receber uma multa em um local em que não frequenta ou porque estava em alta velocidade em uma situação de emergência, podem e devem ser motivo de recurso de multa.

E se você não sabe como contestar multa, este artigo é para você. Reunimos aqui as principais dúvidas sobre o assunto recurso de multa em Joinville. Confira!

O que são as multas de trânsito?

As multas de trânsito são sanções atribuídas pelas autoridades de trânsito, municipais, estaduais ou federais, que têm como objetivo penalizar os motoristas que cometeram infrações.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, alterado pela Lei 13.281 de 2016, os valores das multas são os seguintes:

 

Tipo de infração Pontos na carteira Valor da multa
Leve 3 pontos R$ 88,38
Média 4 pontos R$ 130,16
Graves 5 pontos R$ 196,23
Gravíssimas 7 pontos a partir de R$ 293,47

 

Lembrando que, atingindo a soma de 20 pontos em infrações ou cometendo uma infração auto suspensiva, além de arcar com os valores das multas, o condutor terá a sua CNH suspensa por um prazo de 6 meses a 1 ano.

No mais, quando se trata de algumas infrações gravíssimas, estão em vigor os chamados fatores multiplicadores. Como o nome já diz, eles multiplicam os valores das multas por 3, 5 ou 10 vezes.

Além das multas, o Código de Trânsito Brasileiro prevê outras penalidades punitivas e/ou educativas:

  1. Advertência por escrito;
  2. Suspensão do direito de dirigir por um certo tempo;
  3. Cassação da permissão para dirigir,
  4. Cursos de reciclagem.

Qual a diferença entre autuação e multa?

recorrer multa em joinville

Ninguém recebe uma multa de trânsito em casa do nada. Antes, o motorista infrator é notificado da multa em casa. Nessa notificação constará a indicação de que o condutor cometeu uma infração de trânsito, sendo autuado ou flagrado por um equipamento eletrônico, por um policial ou um agente de trânsito.

Aqui, é importante deixar clara a diferença entre autuação e multa.

  • Autuação: autuar é o procedimento de colocar em processo ou lavrar um auto de infração contra uma pessoa. Ela por si só não gera penalidade, porém futuramente essa penalidade será aplicada.
  • Multa: é uma penalidade aplicada decorrente da autuação.

Após seu veículo ser autuado, é lavrado um auto de infração relatando o ocorrido. Esse auto de infração é direcionado ao órgão competente para análise e então, esse mesmo órgão, decide se deve ou não aplicar a multa.

Aí, conforme o artigo 282 do Código de Trânsito Brasileiro.

Art. 282. Aplicada a penalidade, será expedida notificação ao proprietário do veículo ou ao infrator, por remessa postal ou por qualquer outro meio tecnológico hábil, que assegure a ciência da imposição da penalidade.

O que é um recurso de multa?

Quando a autuação é recebida, é possível ingressar com o recurso de multa, um processo administrativo, através do qual o interessado ou seu representante manifesta sua discordância da multa aplicada.

O recurso de multa nada mais é do que a solicitação ao órgão competente de reconsideração da decisão diante dos fatos apresentados por você, devidamente provados e amparados na lei.

Por que recorrer de multa em Joiville?
por que recorrer multa em joinville

Recorrer de multa em Joinville é um processo relativamente simples, mas que exige alguns cuidados de quem irá contestar multa. As leis de trânsito têm muitos detalhes que, muitas vezes, passam despercebidos por quem não tem muito conhecimento do assunto.

O recurso de multa é algo muito comum, uma vez que se o condutor está sujeito a errar, a autoridade de trânsito também está. Afinal, em qualquer situação pode acontecer do órgão responsável pela multa não cumprir corretamente com sua obrigação.

Assim, para manifestar sua discordância da multa, sempre que a considerar injusta ou irregular você tem o direito de recorrer de multa de trânsito.

Quando você deixa de apresentar um recurso multa quando entender que ela é injusta ou irregular, significa que terá de arcar com o ônus decorrente do valor da multa e da pontuação que recai sobre a CNH do proprietário do veículo ou do condutor indicado por ele. E, com essa pontuação, você pode vir a ter o seu direito de dirigir suspenso por até um ano.

Quem pode recorrer de multa de trânsito?

Podem apresentar recursos de multas de trânsito qualquer motorista que tenha recebido a Notificação de Autuação. Ou seja, se você tiver cometido a infração ou não, tem o direito de recorrer e, até mesmo, buscar uma penalização menor, se for o caso.

A Constituição Federal garante a todos os brasileiros o direito à ampla defesa, não apenas em processos judiciais, mas também em procedimentos administrativos, como é o caso das multas de trânsito emitidas por um órgão competente.

Dessa forma, qualquer motorista ou proprietário de veículo que é autuado por um órgão de trânsito tem o direito de apresentar o recurso de multa. Esse é um direito constitucional de qualquer cidadão brasileiro previsto no artigo 5º, inciso LV, da Constituição Federal que assim declara:

LV – aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e recursos a ela inerentes.

O ato de recorrer multa evita que você tenha que arcar com as penalidades previstas pelo Código Brasileiro de Trânsito (CTB) até que todos os recursos estejam devidamente julgados.

Assim sendo, se você recebeu a autuação em sua casa, a sugestão é começar a recolher a documentação e preparar uma boa defesa prévia. Quanto mais documentos provando o seu ponto de vista você conseguir anexar ao processo, maiores são as chances de ter sucesso.

E não se esqueça: recorrer de multa de trânsito é um direito!

Qual o prazo para apresentar o recurso de multa?

O prazo para apresentar o recurso multa vai até a data do vencimento do pagamento da multa, após este prazo, nada impede de apresentá-lo, só que o recurso será classificado como intempestivo (fora do prazo) e assim, ficará a critério do julgador apreciá-lo ou não.

Como recorrer de multa?

Ao ser notificado sobre a multa de trânsito, você poderá apresentar sua defesa prévia, num prazo máximo de até 30 dias após a data que estará impressa na notificação que recebeu em sua casa.

Procure o Departamento de Trânsito (Detran) do seu estado para fazer sua defesa prévia e juntar os documentos necessários, indicados na notificação, aparecerá os documentos que você precisará levar.

Após apresentar a defesa prévia em resposta da autuação e mantida a pena de multa, você deverá recorrer multa de trânsito seguindo os seguintes prazos:

  1.      1.Procure o órgão responsável pela sua multa (DETRAN, DER, DNIT, PRF, SETRAN, ANTT ou Agência Municipal) e solicite o formulário de recurso de multa. Siga as orientações indicadas na notificação da infração.
  2. Redija sua defesa de multa de trânsito, explicando da melhor forma possível a causa da multa. Após preencher o recurso multa, leve-o até o órgão emissor da multa, junto com os seguintes documentos:
  • Cópia da CNH (Carteira de habilitação);
  • Cópia dos documentos do carro;
  • Cópia da notificação da multa;
  • Cópia de comprovante de residência (Quando você não tiver a notificação da multa);
  • A via do recurso.

Caso existam, apresente também tudo que te ajude a contestar multa: notas, recibos, atestados, declarações, etc. E, caso você tenha verificado alguma divergência de características entre o seu veículo e o autuado, ou ainda, a possibilidade de tratar-se de um veículo clone ou dublê, junte fotografias coloridas de seu veículo para comparação.

  1. Os recursos de multas são analisados por uma junta administrativa de recursos de infrações, a JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infrações) que pode concordar ou não com suas alegações, eliminando ou efetivando sua multa.

Se a junta não aceitar as suas explicações, você será novamente notificado para pagar a multa e terá que obrigatoriamente pagá-la, para continuar com seu recurso administrativo, e recorrer a um órgão superior. São esses:

  • CETRAN: Conselho Estadual de Trânsito, para multas de órgãos municipais e estaduais;
  • CONTRAN: Conselho Nacional de Trânsito, para multas emitidas por órgãos federais, ou para multas gravíssimas.
  1. Se você não quiser pagar a multa, você pode recorrer tanto de forma administrativa, bem como optar por entrar com uma ação judicial por meio de um advogado especialista em trânsito.

Quais os cuidados você deve ter na hora de apresentar recursos de multas?

O processo de recurso de multa é algo sério e que exige muita atenção. Assim, se você optar por fazê-lo sozinho, é fundamental observar o seguinte:

  • Utilize sempre alegações com provas ou amparado na lei;
  • Não utilize recursos de multas prontos encontrados na internet, prefira sempre algo personalizado e adequado ao seu caso;
  • Não utilize recursos de multas que funcionaram para algum amigo, conhecido ou familiar, pois cada caso é único e possui suas especificidades;
  • Não faça um recurso com poucos argumentos e mal escrito;
  • Obedeça os prazos indicados nos documentos recebidos.

Existe a possibilidade de transformar uma multa em advertência?
advogado transito joinville recorrer multa

É possível transformar uma multa em advertência e assim não precisar pagar a multa ou acumular pontos na carteira. Isso é possível no caso de multa por infração leve ou média e se você não foi multado pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses.

Inclusive, com as novas alterações trazidas pela Lei 14.071/2020, o pedido de aplicação da penalidade de advertência será sempre aceito pelo órgão de trânsito quando os requisitos acima forem preenchidos. Diferente do que funcionava anteriormente, que o julgador avaliava o seu prontuário e se você fosse um condutor exemplar você seria beneficiado com a advertência.

Sobre isso, assim dispõe a nova redação do art. 267 do CTB:

Art 267 – Deverá ser imposta a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média, passível de ser punida com multa, caso o infrator não tenha cometido nenhuma outra infração nos últimos 12 (doze) meses..

Por que você precisa de um advogado para o recurso multa em Joinville?

Como você pôde perceber, recorrer multa é um direito de qualquer cidadão, mas deve ser feito de maneira correta e obedecendo todos os prazos e formalidades requeridas.

Por isso, a orientação de profissionais especializados, que sabem como agir em cada uma das etapas do processo, é um diferencial para que os recursos de multas sejam aceitos.

Assim, se você recebeu uma notificação em sua casa e vai exercer o seu direito de recorrer de multa, não hesite em procurar a ajuda de um advogado especialista no assunto.

Apesar de não ser um processo judicial, o advogado tem um papel fundamental. É ele que  vai te orientar sobre quais provas utilizar, criar toda a parte argumentativa e elaborar um recurso de multa bem estruturado e organizado.

E quando o assunto é recursos de multas em Joinville, nada melhor do contar com a ajuda do nosso escritório: Guilherme Jacobi – Advocacia de Trânsito.

Atuando há mais de 4 anos como advogado de trânsito em Joinville, Guilherme Jacobi tem como propósito ajudar a resolver eventuais problemas que você possa ter com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Caso você receba uma multa por conta de uma infração que não cometeu ou precisa de ajuda para resolver algum problema com a CNH suspensa ou cassada, saiba que ele é a pessoa certa para te ajudar.

Como especialistas em direito de trânsito, nosso escritório atua para conseguir:

  • Evitar que o motorista profissional seja demitido em função da suspensão de sua CNH;
  • Garantir que o condutor continue dirigindo;
  • Evitar abusos contra condutores que sejam autuados de forma indevida pela polícia ou outro órgão de trânsito;
  • Atuar na fiscalização da maneira como as leis são aplicadas por meio da comissão de trânsito da OAB;
  • Mover ações judiciais para buscar indenizações sobre um erro cometido pelo DETRAN que implicou na suspensão ou cassação da CNH do condutor;
  • Evitar o pagamento do débito da multa.

Quer mais? Como estamos sempre na busca pela excelência e com atualizações constantes, agora podemos resolver os seus problemas de qualquer lugar do Brasil.

Nosso escritório está apto a fazer não só o atendimento, bem como todo o processo de forma digital, inclusive sem nenhuma necessidade de assinatura de documentos físicos, podendo todos serem encaminhados por e-mail ou WhatsApp.

Para maiores informações sobre recorrer de multa de trânsito em Joinville e outros dos nossos serviços, entre em contato conosco. Nós podemos te ajudar!

Compartilhe com seus amigos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =