WeCreativez WhatsApp Support
Dr. Guilherme
Olá, como posso te ajudar?

Recurso de multa: 5 erros mais comuns

Recurso-de-multa-5-erros-comuns
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

O recebimento de uma multa de trânsito pode ser frustante e, principalmente, se a violação foi involuntária ou sobre uma lei que você não conhecia.

Você tem que lidar com o pagamento de uma quantia significativa de dinheiro ou, às vezes, comparecer ao tribunal, bem como ficar meses sem dirigir.

É nesse momento que você deve decidir se deve pagar a multa e cumprir a punição ou discuti-lo com a ajuda de um escritório de advocacia que pode orientá-lo na direção certa.

Clique aqui e saiba os benefícios de contratar um advogado especialista.

Abaixo há 05 erros comuns que motoristas cometem ao decidir recorrer se uma multa, cejamos:

  • Não observar os detalhes

Geralmente no ato da abordagem policial é entregue uma via de um documento muito importante chamado auto de infração de trânsito, bem como uma notificação entregue na sua residência que deverá ser expedida dentro de 30 dias.

Clique aqui e saiba a diferença entre notificação e auto de infração.

Revise os detalhes descritos nesses documentos e procure por discrepâncias.

Qualquer discrepância, como nome incorreto da rua ou número do registro incompleto, pode significar o cancelamento imediato da multa.

Se você acredita que é inocente, tire fotos da cena e faça anotações antes de sair do local, para não esquecer detalhes que possam ajudar seu caso quando for procurar um advogado especialista na área para recorrer.

  • Não ter em mãos o auto de infração de trânsito

Nesses anos ajudando diversos clientes com recursos de multa, percebi que a grande maioria desconhece o que seria esse auto, mas é de grande importância ter em mãos, já que com ele poderemos observar por inconsistências, por exemplo, rasura em algum campo preenchido ou falta de informação obrigatória.

Por isso, caso você não possua o auto de infração da multa, aconselho sempre se dirigir até o órgão responsável, por exemplo, se a multa foi da Polícia Rodoviária Federal (PRF), vá até o posto mais próximo e solicite uma segunda via desse documento para o balconista, sendo que não poderá ser negado ou dificultado o acesso a esse documento, pois sem ele você não conseguirá se defender.

  • Não recorrer

Sempre aconselho que, em caso de dúvidas sobre a legalidade da multa cometida, recorra!

Em muitos casos a infração de trânsito é lavrada de forma incorreta ou até mesmo injustamente por parte do órgão público, acabando por suspender a CNH de um condutor exemplar e que necessita do seu direito de dirigir para sustentar a si e sua família.

Ao recorrer, sempre procure técnicas e argumentos legais, no qual um profissional na área poderá ajudar.

Agora, o que não deve alegar num recurso? Saiba abaixo:

  • Não usar argumentos favoráveis

Anteriormente vimos que é muito importante recorrer, já que com isso as chances de evitar que os pontos ativem no seu prontuário ou que tenha de arcar com os débitos aumentam. Mas para isso acontecer, evite usar argumentos vagos, por exemplo: não era eu quem estava dirigindo o veículo no dia da multa; não fui abordado; não assinei a multa entre outros argumentos que de nada ajudam!

Por isso, utilize de argumentos que possam ser úteis conforme o seu caso demanda, saiba os possíveis argumentos que irão ajudar clicando aqui.

  • Não procurar ajuda de um profissional

Quão importante é para você poder dirigir?

Saiba que as chances aumentam e muito quando um especialista na área cuida do seu caso, já que por conta própria, sem qualquer conhecimento da legislação de trânsito, certamente o seu recurso será negado ou você desistirá no meio do caminho, tendo apenas um resultado: vários meses sem poder dirigir.

Tenho certeza que você quer continuar a dirigir normalmente e poder aproveitar as férias com a família ou amigos, dirigindo até a praia ou cidades vizinhas sem preocupações.

Para isso, existem muitas circunstâncias em que você precisará contratar um advogado para ajudar a cuidar de uma multa de trânsito.

Mas, como a maioria das decisões legais, tudo se resume às técnicas e argumentos legalmente utilizados nos recursos, já que como vimos, não basta alegar que é um bom condutor ou que não concorda com a multa. Se uma multa aumentar significativamente as chances ou levar a uma suspensão da sua CNH, convém consultar um advogado especialista em recursos de multa de trânsito para obter orientação adequada conforme o seu caso necessitar.

Compartilhe com seus amigos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *